Ameaçado de extinção, pau-brasil tem seu dia celebrado na Rádio Senado

Árvore símbolo do país, ameaçada de extinção e celebrada anualmente no dia 3 de maio, o pau-brasil é o tema do programa Sintonia Ambiental que vai ao ar toda quinta-feira, às 7h, com reprise aos domingos, dentro do programa O Senado Mais Brasil, transmitido pela Rádio Senado Ondas Curtas.

O pau-brasil é árvore própria de matas secas e foi muito explorado para a extração da sua madeira vermelha, que fornecia corante para tingir tecidos e tinta de escrever.

Desde 1978, foi declarada a árvore nacional do país. A lei que lhe deu essa prerrogativa (lei 6607/78) determinou aos ministérios da Educação e da Agricultura a realização anual de campanhas informativas sobre a sua relevância na história do Brasil e a organização de viveiros em todos os estados brasileiros para produzir e distribuir mudas da espécie.

O programa Sintonia Ambiental vai mostrar que árvores de uma variedade rara de pau-brasil continuam sendo queimadas por fazendeiros nos pastos do sul da Bahia, onde a madeira continua sendo vendida clandestinamente. A história da exploração do pau-brasil, a localização das últimas árvores centenárias que ainda existem e os esforços que estão sendo desenvolvidos por algumas pessoas e instituições para salvá-lo marcam as entrevistas do programa.

A Rádio Senado Ondas Curtas transmite em 5990 Khz, faixa de 49 metros. O programa está disponível também na internet, no endereço http://www.senado.gov.br/noticias/radio/programas.asp.

Fonte: Agência Senado

Anúncios