Tecpar auxilia inventores e empresas em processo de pedido de patente

Inventores e criadores paranaenses que desejam patentear um produto ou um processo inovador podem contar com o apoio do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para realizar um levantamento do Estado da Técnica sobre a invenção, análise que avalia se a criação pode ter o direito de propriedade industrial assegurado. professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e engenheiro mecânico José Carlos Laurindo.  Curitiba, 22/02/2017.Foto: Divulgação Tecpar

Foto: Divulgação Tecpar

Inventores e criadores paranaenses que desejam patentear um produto ou um processo inovador podem contar com o apoio do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para fazer um levantamento do Estado da Técnica sobre a invenção, análise que avalia se a criação pode ter o direito de propriedade industrial assegurado.

O serviço oferecido pelo Tecpar neste segmento é a busca de anterioridade, que levanta outros produtos ou processos semelhantes para evitar conflitos sobre a propriedade intelectual. De acordo com Marcus Julius Zanon, gerente da Agência Tecpar de Inovação, a busca de anterioridade avalia se uma determinada invenção é única, por meio de uma pesquisa em diversas bases internacionais de patentes e periódicos.

“A busca de anterioridade pode prevenir conflitos, reduzir os riscos de perda do investimento e determina se uma invenção infringe os direitos de propriedade intelectual de terceiros”, explica. Em 2016, a agência executou 27 buscas de anterioridade em bancos de patentes como o Orbit, o GlobalData e o Portal de Periódicos da Capes.

INVENÇÃO – Um dos desenvolvedores de inovação que solicitou uma busca de anterioridade sobre seu produto é o professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e engenheiro mecânico José Carlos Laurindo. Laurindo criou um filtro para ser instalado em motores que usam biogás como combustível.

Segundo o engenheiro mecânico, o biodigestor produz o biogás, que é o composto de Metano e Gás Carbônico, mas também produz, em menor quantidade, os gases Dióxido de Enxofre e Sulfeto de Hidrogênio, ambos ácidos e prejudiciais à vida útil do motor. Esse filtro criado por Laurindo é regenerativo e sequestra esses gases, aumentando a vida útil do motor de 700 para mais de 8 mil horas. O diferencial de seu produto é o método de filtragem, que usa reações físicas e químicas.

Com a busca de anterioridade, porém, Laurindo descobriu que vários filtros são semelhantes ao que desenvolveu, entretanto, com princípios diferentes do usado em sua criação. “Por isso, vou solicitar o pedido de patente para este princípio em específico”, afirma.

Zanon ressalta que alguns inventores se surpreendem quando recebem o relatório de busca e constatam outras invenções semelhantes a sua. “A busca de anterioridade diminui consideravelmente as chances de surpresas indesejadas quando o seu pedido de patente for analisado pelo examinador de patentes”, pontua.

APOIO À INOVAÇÃO – A Agência Tecpar de Inovação desenvolve, além da busca de anterioridade, atividades de prospecção tecnológica e inteligência competitiva, gestão da propriedade intelectual e proteção do conhecimento, prospecção de novos negócios e de oportunidades de fomento para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), além de gerenciar processos de transferência de tecnologia.

Conheça a Agência Tecpar de Inovação pelo site www.portal.tecpar.br/unidades-de-negocio/agencia-tecpar-de-inovacao.

Fonte: Tecpar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s