Fecomércio PR abre os trabalhos do 2º Encontro das Micro e Pequenas Empresas do Paraná

O Campus da Indústria do Sistema Fiep em Curitiba foi o local escolhido para sediar o 2º Encontro das Micro e Pequenas Empresas do Paraná, nos dias 30 e 31 de agosto. O evento promovido pelo Sebrae/PR em parceria com entidades ligadas ao G7, entre elas a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), reúne empresários, representantes do poder público e entidades do setor produtivo para discutir sobre os rumos dos pequenos negócios no estado. A Fecomércio PR foi convidada para abrir os trabalhos técnicos do evento na tarde de ontem (30/8).

O vice-presidente da entidade e presidente do Sindicato dos Representantes Comerciais do Paraná (Sirecom), Paulo Cesar Nauiack, ministrou a palestra: “Ambiente de Negócios no Estado do PR”. O representante da Fecomércio PR trouxe dados do Doing Business, publicação do Banco Mundial que analisa 190 países com base em 11 áreas estratégicas. Atualmente, o país está na 123ª posição do ranking e os indicadores não são muito positivos. “O Paraná é uma potência na geração de energia, no entanto o Brasil não tem a mesma referência. Esse é um dos itens analisados pelo estudo e foi um aspecto fundamental na tomada de decisões da instalação da Sumitomo, empresa japonesa de fabricação de pneus, em Fazenda Rio Grande, e não na Bahia”, exemplificou Nauiack.

O vice-presidente da Fecomércio PR também trouxe dados do estado, e alguns pontos que devem ser melhorados para seu desenvolvimento, como a desburocratização e simplificação na abertura e fechamento de empresas. “Não basta termos um ambiente amigável apenas em Curitiba, apenas em uma cidade, o ambiente tem que ser amigável como um todo. Criar essa sinergia que nos traga uma resposta positiva para o nosso estado se desenvolver”, enfatizou.

Também participaram do painel de abertura o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cesar Agostini; o vice-presidente da Fiep e Conselho Temático da Micro, Pequena e Média Indústria, Abílio de Oliveira Santana; o superintendente da Fiep, Reinaldo Tockus, e o gerente da Unidade de Ambiente de Negócios do Sebrae/ PR, Cesar Reinaldo Rissete. “Nesse painel nós queremos contextualizar esse evento dizendo que a pequena empresa é muito importante e tem uma força econômica representativa e quando você apoia a pequena empresa nos temos como resultado o desenvolvimento, a geração de empregos e renda. O fórum cria um sistema integrado para melhoria do ambiente de negócios do estado do Paraná e aqui reunimos representantes de 130 comitês de cidades paranaenses e de 18 comitês territoriais da micro e pequena empresa. Essas três instâncias em conjunto constituem um sistema contínuo integrado para a melhoria, elaboração de propostas e desenvolvimento dos negó- cios paranaenses”, explicou o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cesar Agostini.

Além do Sebrae/PR e da Fecomércio PR promovem o evento o Fó- rum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Paraná (Fopeme), a Fiep, a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), a Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado do Paraná (Fampepar) e o Governo do Paraná Paraná, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral. O BRDE patrocina o encontro. O vice-presidente da Fecomércio PR, Paulo Cesar Nauiack, também representou o presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Darci Piana, na solenidade de abertura do evento, realizado na noite de ontem (30/8).

Oficinas temáticas

Após o painel de abertura, os quase 800 inscritos no evento puderam participar das oficinas temáticas: Associativismo Empresarial, Serviços Financeiros; Inovação e Tecnologia; Simplificação e Desburocratização; Compras Públicas; Educação Empreendedora. O conselheiro do Sesc PR, Zildo Costa, representou a Fecomércio PR na oficina Associativismo Empresarial, levando as boas-práticas da entidade, entre elas o Programa de Revitalização de Espaços Comerciais. “Esse programa feito em parceria com o Sebrae/PR presente em cidades paranaenses oferece consultorias e treinamentos para os empresários, além de cursos para colaboradores de estabelecimentos participantes. Além disso,o programa também cria laços estimula o associativismo, a exemplo da Rede Empresarial do Centro Histórico de Curitiba, associação criada pelo empresariado local após passarem pelo Programa de Revitalização”, resumiu.

Fonte: Fecomércio/PR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s