Cachaça é tema de vários circuitos turísticos pelo Brasil; programe-se

Cidades como Paraty (RJ), Areia (PB) e Betim (MG) realizam eventos para apreciadores da bebida

3566b01c-35d4-441c-b1bc-518acc8e5419

Em 13 de setembro é comemorado Dia Nacional da Cachaça

Uma das bebidas mais antigas do País é também preferência nacional. A cachaça começou a ser produzida no Brasil com a vinda dos portugueses, nos engenhos de açúcar, em 1516. Hoje, a bebida é fabricada em diversas regiões que integram um circuito da cachaça.

Um dos principais destinos dos apreciadores da aguardente é Minas Gerais, que instituiu o Circuito Turístico da Cachaça nas cidades de Salinas, Taiobeiras, Rubelita, Fruta de Leite e Indaiabira.

Em Betim (MG), os visitantes podem conhecer o Museu da Cachaça, com mais de dois mil exemplares, além de expor a produção da bebida em alambiques. Em julho, o governo do estado realiza o Festival Mundial da Cachaça, em Salinas (MG).

No Piauí, o município de Castelo do Piauí (PI), maior produtor do estado, também promove um festival para degustação da bebida, o Cachaça Fest.

No brejo paraibano, a cidade de Areia (PB) preserva a herança colonial com diversos engenhos ainda em atividade. O Museu do Brejo Paraibano destaca a cultura relacionada à cana-de-açúcar, e funciona em uma antiga fazenda.

Já em Paraty (RJ), desde 1982 ocorre a Festa da Cachaça, sempre no mês de agosto. Trata-se de uma das mais tradicionais da cidade, em que os alambiques abrem as portas ao público.

História

No período colonial, após a cachaça ultrapassar o número de vendas da bagaceira (bebida alcóolica portuguesa), a Corte portuguesa proibiu a produção e a comercialização do produto no Brasil, o que gerou uma rebelião encabeçada por fazendeiros e produtores da bebida.

Nascia assim, em 13 de setembro de 1661, a Revolta da Cachaça, movimento que abriu caminho para a legalização do destilado no País. A data ficou marcada como o Dia Nacional da Cachaça. O destilado é obtido pelo aquecimento do caldo da cana-de-açúcar, e hoje é considerado patrimônio histórico e cultural do País.

Atualmente, o Brasil produz, por ano, quase 800 milhões de litros da bebida e conta com cerca de dois mil estabelecimentos e quatro mil rótulos de aguardente registradas no Ministério da Agricultura. Entre os principais estados produtores estão São Paulo, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais, Paraíba e Espírito Santo.

Fonte: Ministério do Turismo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s