Proposto Dia Municipal do Corredor de Rua

De acordo com o vereador, 2017 foi um dos anos mais agitados da década no que diz respeito ao calendário das corridas de rua em Curitiba. (Foto: Divulgação/PMC)

Instituir no calendário oficial de Curitiba o Dia Municipal do Corredor de Rua, a ser comemorado anualmente no 1º de outubro. Este é o objetivo do projeto apresentado pelo vereador Professor Euler (PSD) protocolado no dia 24 de outubro (005.00349.2017). De acordo com o autor, a medida busca “a prevenção de doenças cardiovasculares, o incentivo ao esporte, a divulgação e a projeção da prática desportiva realizada por meio das corridas de rua”.

A justificativa do projeto esclarece que 2017 foi um dos anos mais agitados da década no que diz respeito ao calendário das corridas de rua. “Como consequência, a capital paranaense está se tornando um dos destinos mais atrativos para todos os tipos e níveis de corredores de rua, recebendo eventos de diferentes distâncias e categorias”, explica. No dia 20 de agosto, por exemplo, foi realizada no bairro Bacacheri a maior corrida de rua da história de Curitiba, que contou com 5 mil participantes inscritos gratuitamente.

“Diante de tudo que a corrida de rua movimenta em nossa cidade, surgiu a ideia de homenagear todas as pessoas que fizeram, fazem e farão parte dessa importante modalidade esportiva”, explica Euler. Sobre ter escolhido o dia de 1º de outubro,  o vereador explica que é para coincidir com o Dia Internacional da Terceira Idade e com o Dia Nacional do Idoso. “Um dos objetivos é sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento, para que as pessoas cheguem na terceira idade com mais saúde”, diz.

A escolha do Dia Nacional do Idoso, explica Euler, também é uma forma de homenagear o senhor Tuplet Seabra Vasconcelos, um dos maiores atletas em quantidade de títulos de todos os tempos. “Tuplet participou de 114 maratonas, das quais 14 num único ano. Entre 1997 e 1999, foi recordista brasileiro na categoria acima de 85 anos nos 800 metros. No exterior, competiu na Argentina, Paraguai, Chile e em cinco campeonatos mundiais no Japão, África do Sul, EUA, Inglaterra e Itália”, acrescenta a justificativa.

O vereador também reforça a associação das datas, no projeto, destacando que a última Maratona da Caixa Econômica Federal em Curitiba reuniu 145 pessoas com mais de 60 anos, enquanto a Track and Field Run Series teve 88 participantes nessa faixa etária. O projeto adverte, entretanto, que “é essencial que se façam exames antes da prática da atividade física para identificar possíveis doenças ou limitações físicas que impeçam a prática da corrida. Deve-se também realizar avaliações físicas periódicas com um profissional de Educação Física habilitado pelo Conselho Regional de Educação Física (Cref) para a elaboração, supervisão e controle das cargas do treinamento, investigar o estado nutricional do corredor e verificar se ele usa medicamentos”.

Fonte: Câmara Municipal de Curitiba

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s