CNI e MDIC assinam acordo para inserir pequenas e médias empresas no comércio exterior

Até abril de 2018, parceria entre governo e setor privado vai implementar programa para ampliar cultura exportadora e internacionalizar indústrias brasileiras. Elas vão receber consultoria personalizada e gratuita

acordo cni mdic 680 INTERNA.jpg

“União de esforços entre MDIC e CNI, por meio do Rota Global, trará efeitos positivos para o comércio exterior brasileiro” – ministro do MDIC Marcos Pereira

Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) assinaram nesta segunda-feira (13) acordo de cooperação técnica para integrar o Rota Global, do setor privado, ao Plano Nacional de Cultura Exportadora, do governo federal. A assinatura foi durante o 35º Encontro Econômico Brasil Alemanha (EEBA), em Porto Alegre (RS).

A ideia é atender 474 empresas de mais de 20 setores, entre eles, alimentos, bebidas e fumo, têxteis, confecções e calçados, farmacêutica e cosméticos, máquinas e equipamentos, móveis e metalurgia, em 17 estados brasileiros, para que elas façam a sua primeira exportação até abril de 2018. O programa custa R$ 1,2 milhão.

“Esse acordo entre setor privado e governo nos permitirá expandir o número de empresas atendidas pelo Rota Global em todo o país. Além de consolidar um modelo harmonizado de atendimento às demandas de empresas envolvendo diversas entidades. Com essa medida, vamos evitar sobreposição de ações”, disse o presidente da CNI Robson Braga de Andrade.

O Rota Global oferece consultoria completa para empresas não exportadoras empreenderem no mercado internacional. O programa foi desenvolvido pela CNI, com recursos do AL-Invest 5.0, financiado pela Comissão Europeia para prestar consultoria individual e gratuita para as empresas sem experiência no comércio exterior.

As 474 indústrias serão acompanhadas desde a construção do plano de negócios até a consolidação da empresa no mercado externo. Ele é executado pela Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), presente nas 26 federações estaduais de indústria e Distrito Federal. A Rede CIN é coordenada pela CNI.

CULTURA EXPORTADORA – Esta parceria permitirá que a CNI receba apoio dos comitês técnicos do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), coordenado pelo MDIC, que reúne 144 instituições nacionais e estaduais. “Com uma forte agenda regional, o MDIC vem promovendo políticas voltadas às empresas de pequeno e médio portes, com o objetivo de aumentar a produtividade e também ampliar a base exportadora do Brasil”, disse o ministro do MDIC Marcos Pereira. “Acredito que a união de esforços entre MDIC e CNI, por meio do Rota Global, trará efeitos positivos para o comércio exterior brasileiro. As ações do PNCE já contribuíram para que 4.735 empresas exportassem pela primeira vez em 2016”, completou.

Além disto, por se tratar de um programa com recursos internacionais, o Rota Global também fará a capacitação de empresas na Argentina, por meio da União Industrial Argentina (UIA), e na Espanha, pelo Parque Tecnológico de Extremadura (Fundecty-PCTEX). Com isso, também será possível mapear os interlocutores do comércio exterior nesses dois países e gerar negócios entre empresas, especialmente as MPEs, assistidos pelo Rota Global.

Por Adriana Nicácio, de Porto Alegre
Foto: Eduardo Fernandes Leal Leal
Da Agência CNI de Notícias

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s