Paraná recebe nota AA+ da Fitch, a maior classificação do País

Avaliação da agência internacional deixa o Estado a apenas um degrau do nível máximo para a classificação de risco. Agência destacada o baixo nível de endividamento, a contribuição do Paraná para o PIB do Brasil e a política de transparência de dados.

economia_ilustracao-2

Reprodução

A agência internacional de classificação de risco Fitch, uma das maiores do setor, anunciou nesta quinta-feira (15) que manteve o rating nacional de longo prazo do Paraná em AA+ (bra), com perspectiva estável. Com isso, o Estado garante a melhor nota entre as unidades avaliadas pela instituição no Brasil, e fica a apenas um degrau do nível AAA, que é o grau máximo de classificação de risco da agência.

“É um reconhecimento muito importante para o Paraná, e que reafirma o acerto das medidas de ajuste fiscal que implantamos no Estado. Com austeridade e responsabilidade, mantivemos o equilíbrio das contas públicas e hoje temos uma situação financeira muito diferenciada em comparação com os demais estados brasileiros”, afirmou o governador Beto Richa.

Para o secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, a nota positiva reflete todos os esforços realizados pelo governo para evitar que a crise econômica atingisse o Paraná de forma mais aguda.  “A nota positiva do Paraná é mais um reflexo dos resultados obtidos com o ajuste fiscal realizado no Estado, focado principalmente em redução de despesas de custeio e em aumento de receitas e de investimentos”, disse Costa.

SUPERAVIT – A Fitch destacou, no texto em que divulgou a nota do Paraná, que as margens operacionais do Estado estão “em linha com os pares internacionais”. “Em 2017, o Paraná registrou um superavit fiscal de 6,1%”, informou a agência.

O baixo endividamento do Estado também ganhou destaque. “O Paraná apresenta uma adequada sustentabilidade da dívida”, diz a Fitch, citando que o Paraná foi beneficiado pela recente renegociação com o Governo Federal.

“A contribuição do Estado para o PIB do Brasil tem sido bastante estável nos últimos cinco anos”, afirma a agência, que também ressalta a política de transparência de dados. “As práticas de divulgação de informações são compatíveis com pares nacionais e internacionais, uma vez que a informação financeira está totalmente disponível e é atualizada com frequência.”

BRASIL – Como a Fitch revisou recentemente a nota de crédito soberano do Brasil para baixo, de BB para BB- com perspectiva estável, a nota internacional do Paraná também passou a ser BB-. A nota internacional sempre está limitada ao rating do Brasil, por não poder ser superior a ele.

Além do Paraná, a Fitch avalia outros quatro Estados brasileiros. São Paulo tem classificação nacional AA, Santa Catarina e Maranhão estão com a nota AA- e o Rio de Janeiro foi classificado como C. Os municípios de São Paulo e do Rio de Janeiro estão avaliados com AA.

Fonte: Secretaria da Fazenda do Paraná

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s