101 micro e pequenas empresas conquistam o Selo Alimentos do Paraná

Selo atesta segurança, qualidade alimentar, excelência em gestão e auxilia pequenos negócios em ações de mercado e prospecção de clientes

Imagem

Agroindústrias, indústrias e empreendimentos que beneficiam alimentos e bebidas de pequeno porte em diversas regiões do estado serão reconhecidos e premiados, no dia 10 de abril, com o Selo Alimentos do Paraná, chancela que reconhece eficiência da gestão, segurança e qualidade alimentar de produtos. A cerimônia ocorre no Sebrae/PR, em Curitiba, a partir das 12 horas.

Realizado pelo Sebrae/PR, com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Associação Paranaense de Supermercados (Apras) e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no comitê gestor, o Programa Selo Alimentos do Paraná objetiva a melhoria de processos produtivos, aprimoramento da qualidade e boas práticas de gestão em empreendimentos de micro e pequeno porte do segmento de alimentos e bebidas. A metodologia segue as normas sanitárias vigentes e o MEG – Modelo de Excelência da Gestão, da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Todo o processo tem como avaliador o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar).

As empresas participantes do Programa estão divididas, atualmente, em cinco categorias: Alimentos Prontos e Pré-prontos; Bebidas; Origem Animal; Origem Vegetal e Alimentos Funcionais. De 230 empresas paranaenses participantes, 101 conquistaram o Selo 2017/2018. As demais estão trabalhando seus processos, com apoio do Sebrae/PR, para futuras auditorias com foco na obtenção do Selo, que tem vigência de 12 meses.

Do grupo das 101 empresas que conquistaram o Selo, 15 serão premiadas (três por categoria), por terem alcançado as melhores pontuações em relação aos quesitos qualidade de processos e gestão empresarial. “Na edição anterior, 68 empresas conquistaram o Selo, o que já mostra um crescimento progressivo na adesão ao Programa. As médias de conformidade também aumentaram, o que se comprova pela pontuação dos premiados com médias acima de 90% a partir dos terceiros colocados”, comemora a consultora do Sebrae/PR Andreia Claudino, gestora estadual do Programa.

Com avanços na gestão, o Selo Alimentos do Paraná gerou melhorias nos negócios. “As empresas participantes demonstram, em seus produtos, processos e negociações nas ações de mercado proporcionadas pelo Programa, constante melhoria, tornando-se cada vez mais competitivas, e alcançando, em muitos casos, alto nível de excelência”, aponta Andreia.

Além da visibilidade maior na gôndola, por levar o Selo no rótulo, e de um catálogo, que reúne todos os produtos chancelados, o Programa prevê ações de mercado, como participação em importantes feiras do setor e rodadas de negócios. Pesquisa realizada pelo Sebrae/PR, ao longo do ano passado e concluída em janeiro de 2018, aponta que 59% dos negócios contabilizaram aumento na carteira de clientes após participação nas rodadas do Selo e 63%, após a participação em feiras.

Mercosuper 2018

Logo após o evento de reconhecimento e premiação, as empresas iniciam agendas na Mercosuper 2018 – 37ª Feira e Convenção Paranaense de Supermercados, que será realizada de 10 a 12 de abril, no Expotrade Convention Center, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

“Será uma imersão de três dias, em que as empresas participarão de painéis sobre tendências para o segmento de alimentos e bebidas, considerando as diferentes visões: especialista, comprador e fornecedor, e terão a oportunidade de prospectar potenciais clientes, em rodadas, especialmente organizadas para negócios com o Selo, dentro da Feira”, explica Andreia. Segundo a consultora, nos ciclos anteriores do Programa, as rodadas de negócios resultaram em aumento de 7 a 8% em faturamento para as empresas.

Selo abre portas

Com pouco mais de uma dezena de colaboradores, a Realeza Alimentos, de Cambé, na região norte do estado, fornece nhoque de soja para a merenda escolar de mais de 60 prefeituras do Paraná e de São Paulo. “Crescemos e ganhamos mercado, mas, aos poucos, foram aparecendo as dificuldades de gestão de controles e processos”, conta Fernando Loureço, proprietário da empresa. A solução veio com a participação no Programa Selo Alimentos do Paraná, que resultou na ideia de desbravar outro mercado: o varejo.

A Realeza conquistou o Selo Alimentos do Paraná 2016/2017. “Esse prêmio é fundamental para ampliar nossa atuação, agora no varejo. As portas estão se abrindo com o Selo, que é a coroação de trabalho feito com responsabilidade, dedicação e envolvimento dos colaboradores. Foi um grande salto da divulgação dos produtos e da empresa”, comemora Lourenço.

Fonte: Sebrae/PR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s