Campo Largo aderiu à campanha global “Construindo Cidades Resilientes”

Cocel faz parte do projeto para formação de “Cidade Resiliente”

cocel_camara_resiliencia_09-05-18

Objetivo é estar preparado para enfrentar situações adversas

O município de Campo Largo aderiu à campanha global “Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando” – iniciativa do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres, realizada em parceria com o CEPED/PR (Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres). Uma cidade resiliente é aquela que tem a capacidade de resistir, absorver e se recuperar de forma eficiente dos efeitos de um desastre e de maneira organizada prevenir que vidas e bens sejam perdidos. A Companhia Campolarguense de Energia – Cocel é grande aliada do município nesta iniciativa, colaborando para que Campo Largo venha a ser uma cidade-modelo em resiliência.

No dia 09/05 representantes de vários segmentos da sociedade participaram de uma apresentação sobre a campanha realizada no plenário da Câmara de Vereadores. O presidente da Cocel, José Arlindo Lemos Chemin, contou um pouco da experiência da Companhia na busca pela resiliência. “Estarmos preparados para enfrentar situações adversas com rapidez e eficiência faz parte do nosso negócio, e a Cocel está trabalhando para minimizar cada vez mais os riscos e sempre atender rapidamente as demandas dos consumidores” – enfatiza Chemin.

A Companhia já possui um Sistema de Gestão da Qualidade consolidado há vários anos, responsável por identificar os processos mais importantes e estabelecer procedimentos que garantem a padronização das ações, reduzem o risco de erros e tornam as ações mais eficientes e rápidas. Em 2017 foram estabelecidos dois novos procedimentos de grande relevância: o mapeamento de riscos e o planejamento de mudanças. Chemin ressalta que “esta é mais uma etapa importante na profissionalização da gestão da empresa, é necessário conhecer todos os riscos e estabelecer um plano de tratamento, além de realizar mudanças baseadas na análise de dados consolidados”.

A Cocel faz parte do “Comitê para Cidade Resiliente” – grupo responsável por dar andamento às ações do projeto. Coordenado pela Secretaria Municipal de ordem Pública, por intermédio da Defesa Civil, o Comitê possui representantes de diversas secretarias municipais. O Major Eduardo Pinheiro, chefe do CEPED/PR, resumiu as principais etapas do projeto:

  1. Organização para resiliência frente aos desastres;
  2. Identificar, compreender e utilizar os cenários de riscos atuais e futuros;
  3. Fortalecer a capacidade financeira para a resiliência;
  4. Alcançar o desenvolvimento urbano resiliente;
  5. Proteger as zonas naturais de amortização para melhorar as funções protetoras dos ecossistemas;
  6. Fortalecer a capacidade institucional para resiliência;
  7. Compreender e fortalecer a capacidade social para a resiliência;
  8. Aumentar a resiliência das infraestruturas;
  9. Assegurar uma resposta rápida e efetiva frente aos desastres;
  10. Acelerar o processo de recuperação e reconstruir melhor.

Fonte: Ascom/Cocel

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s