Campo Largo vai asfaltar estrada do distrito de Ferraria

É a Estrada do Mato Grosso, que receberá investimento de R$ R$ 5,5 milhões. Convênio foi autorizado pela governadora Cida Borghetti. Ela também confirmou recursos para equipamentos rodoviários, reforma de escolas e uma miniarena. O montante soma R$ 6,6 milhões.

Resultado de imagem para distrito de Ferraria

Imagem: Bem Paraná

Campo Largo, cidade da Região Metropolitana de Curitiba, vai pavimentar a estrada do Mato Grosso, obra que é muito esperada pela população. A estrada liga a BR-277 até a ponte sobre o Rio Passaúna, principal conexão entre Curitiba e o município para quem corta o distrito de Ferraria. O convênio entre a Secretaria da Infraestrutura e Logística e a prefeitura de Campo Largo foi autorizado pela governadora Cida Borghetti autoriza nesta quinta-feira (21). O investimento total é estimado em R$ 5,5 milhões.

No evento, a governadora também confirmou recursos do Estado para a prefeitura adquirir equipamentos rodoviários, reformar quatro colégios estaduais e instalar uma miniarena – espaço para esporte e lazer da população. No total, o montante soma R$ 6,6 milhões. “Estamos cumprindo rigorosamente com os compromissos do Paraná. Como gestão municipalista, investimos nos 399 municípios paranaenses sem distinção”, disse a governadora.

ESTRADA – A pavimentação da Estrada do Mato Grosso é uma reivindicação antiga de moradores e comerciantes da região, ressaltou a governadora. “A obra é aguardada há pelo menos 10 anos. Realizá-la significa o respeito pela população”, disse ela. Segundo o secretário da Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, a estrada liga a BR-277 até a ponte sobre o Rio Passaúna e corta o distrito de Ferraria. “O convênio prevê o recape asfáltico de 10,5 quilômetros da estrada, além de serviços de drenagem e sinalização”, informou.

Para o prefeito Marcelo Puppi, a pavimentação vai garantir mais segurança e desenvolvimento para a região. “É um sonho da população da Ferraria e que agora vai se concretizar”, afirmou Puppi. Ele destacou, ainda, o apoio do Governo do Estado na liberação de recursos para a cidade. “Fizemos a lição de casa e reunimos a documentação necessária, mas sem a sensibilidade e agilidade do governo esta e tantas outras obras não sairiam do papel”, afirmou.

ESCOLAS – As escolas Constantino Marochi, Djalma Marinho, João Ferreira Kuster e Primeiro Centenário vão receber as melhorias pelo programa Escola 1000. Pelo programa, cada escola recebe R$ 100 mil para realizar as obras.

O presidente da Fundepar, Sérgio Brum ressaltou o desempenho do programa desde sua criação em 2017. “Já são mais de 900 escolas reformadas ou em obras em todo o Estado. Em Campo Largo os trabalhos devem começar em breve, pois os recurso já estão assegurados”, disse.

Fonte: AENotícias

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s