Vendas do varejo paranaense acumulam aumento de 5,8%

Vendas do varejo paranaense acumulam aumento de 5,8%

Dados da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostram que as vendas do varejo paranaense cresceram 1,59% de abril para maio. Em relação a maio de 2017, houve aumento de 3,3% no faturamento, e no acumulado do ano registram alta de 5,8%.

Ainda que negativos, os efeitos da greve dos caminhoneiros não foram o suficiente para que o comércio deixasse de crescer tanto em relação ao mês anterior, bem como em relação a maio do ano passado. Como a paralisação teve início no dia 21 maio, boa parte das vendas do mês já havia sido concretizada. Alguns setores demoraram mais tempo para sentir os efeitos da greve, pois possuíam mercadorias em estoque. Outros tiveram as vendas apenas postergadas e alguns, como o ramo de supermercados (8,71%), tiveram elevação no faturamento em função da corrida dos consumidores para “estocar” mantimentos.

Os segmentos de calçados (17,86%), vestuário e tecidos (13,9%) e as lojas de departamentos (17,5%) apresentaram crescimento nas vendas em maio na comparação com abril, especialmente em função da chegada do inverno.

No acumulado do ano, os destaques são as concessionárias de veículos (35,19%), materiais de construção ( 11,86%) e as lojas de departamentos (8,19%). 

Análise regional

Na variação mensal, o comércio de Curitiba e Região Metropolitana teve aumento de 4,65% nas vendas. Da mesma forma, a Região Oeste mostrou aumento de 2,08% em maio e em Ponta Grossa houve acréscimo de 0,98% no faturamento. A pesquisa da Fecomércio PR registrou perdas em Londrina (-3,39%), Sudoeste (-2,4%) e Maringá (-1,13%).

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, tiveram majoração nas vendas as regiões Oeste (18,64%), Londrina (2,31%), Capital (0,98%) e Ponta Grossa (0,91%). Já o Sudoeste e a região de Maringá tiveram queda de 6,42% e 2,91%, respectivamente.

No acumulado de janeiro a maio, a região Oeste se sobressai, com aumento nas vendas de 19,78%, seguida por Londrina, com 11,08%. Maringá apresentou alta de 2,79%; o Sudoeste de 2,12%; Ponta Grossa de 1,52% e Curitiba e Região Metropolitana de 0,56%.

Fonte:Karla Santin/Fecomércio/PR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s