Campo Largo “rosa” para ressaltar a importância da prevenção contra o câncer de mama

cocel_museurosa2018 (1)

O “Outubro Rosa” destaca a luta contra o câncer de mama e do colo do útero, estimulando a prevenção pelo diagnóstico precoce. A iluminação do Museu Histórico de Campo Largo foi modificada pela Companhia Campolarguense de Energia – Cocel para que a campanha tenha ainda mais destaque.

De acordo com o INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum entre mulheres do Brasil e do mundo, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais frequente nas mulheres das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país.

Diagnóstico precoce aumenta chances de cura

O autoexame é uma medida importante para identificar nódulos de um possível câncer de mama. Esse procedimento é preventivo e deve ser realizado todos os meses, sempre após o período menstrual. Mas o autoexame não deve ser o único método preventivo, já que o câncer de mama pode ser imperceptível ao toque. Por isso, é indicado visitar anualmente o ginecologista e/ou mastologista para fazer os exames necessários, como a  mamografia, ultrassonografia mamária e ressonância magnética.

Outubro Rosa pelo mundo

O laço rosa foi utilizado pela primeira vez como símbolo de prevenção contra o câncer de mama em 1990 pelos participantes da “Corrida pela Cura” – evento promovido pela “Fundação Susan G. Komen pela Cura”, em Nova York. A iniciativa de realizar campanhas de prevenção no mês de outubro se espalhou por outras cidades dos Estados Unidos, onde o mês de outubro foi tornado o mês nacional de prevenção ao câncer de mama. Depois da corrida foram realizados desfiles de moda e outros eventos. Não se sabe ao certo quando a iluminação rosa começou a ser utilizada em prédios e monumentos como forma de divulgação da campanha.

No Brasil, o primeiro registro de ação referente ao “Outubro Rosa” é de 2002. Na ocasião o monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (o “Obelisco do Ibiapuera”) foi iluminado com cor de rosa. Atualmente vários prédios históricos e cartões postais do país, como o prédio da Reitoria da Universidade Federal do Paraná e o Cristo Redentor, ficam “cor de rosa” em prol da campanha de prevenção.

Fonte: Ascom/Cocel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s