Bolsonaro diz que demitirá presidente dos Correios

Para presidente, chefe da estatal age como sindicalista 

Durante o café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro adiantou que vai demitir o atual presidente dos Correios, general Juarez Cunha.

Segundo Bolsonaro, o titular da empresa pública se mostra contrário à privatização da estatal.

Bolsonaro admite ainda não ter pensado no nome do substituto e nem na data da demissão.

O encontro com jornalistas durou quase duas horas e o presidente esteve acompanhado do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e do porta-voz da presidência, Otávio Rêgo Barros.

Entre as medidas ligadas a questões do Legislativo e Executivo, Bolsonaro anunciou que pode vetar o projeto aprovado no Congresso que proíbe as empresas aéreas de cobrarem por bagagens.

A questão, segundo ele, envolve aspectos políticos e econômicos. Por isso, se decidir sancionar, pode enviar uma medida provisória permitindo a cobrança de bagagem apenas para as empresas de baixo custo, as chamadas low cost.

Também durante o café da manhã, o presidente comentou o relatório da reforma da Previdência, lido, nessa quinta-feira (13), na Comissão Especial da Câmara.

Bolsonaro avaliou que alguns pontos não eram consenso e que os governadores que queriam a reforma nos estados não tinham como garantir isso da parte dos deputados.

Passada a etapa da reforma da Previdência, o presidente disse que as próximas prioridades do governo passam a ser a reforma tributária e o pacote anticrime, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Perguntado sobre como fica a situação do ministro da Justiça, Sérgio Moro, depois do vazamento de supostas conversas dele com procuradores da operação Lava Jato, o presidente disse que confia no ministro e não considerou a possibilidade de afastá-lo do cargo.

Este foi o sexto café da manhã entre o presidente Jair Bolsonaro e jornalistas. Mas é a primeira vez que ele recebeu os repórteres que cobrem, diariamente, os assuntos ligados ao Palácio do Planalto. Participaram do encontro, 31 setoristas e 18 foram sorteados para fazer perguntas ao presidente.

Ouça Mais

http://radioagencianacional.ebc.com.br/politica/audio/2019-06/bolsonaro-afirma-que-vai-demitir-presidente-dos-correios

Fonte: Rádios EBC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s