PRF e Polícia Civil prendem traficante que vendia cocaína a caminhoneiros na Grande Curitiba

Prisão teve a participação de um cão farejador, que localizou papelotes em dois veículos utilizados pelo traficante; ele agia no Contorno Leste, em São José dos Pinhais

Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Civil prenderam em flagrante na tarde desta sexta-feira (27) um homem que vendia cocaína para caminhoneiros às margens da BR-116, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Um cão farejador ajudou os policiais a localizar os papelotes de cocaína.

O preso, de 24 anos de idade, mantinha um serviço de entrega de drogas, via aplicativo de mensagens instantâneas.

Agentes da PRF que estavam em ronda pelo Contorno Leste desconfiaram de um automóvel Peugeot 307 que estava estacionado ao lado de uma carreta, nas imediações do quilômetro 99, e decidiram abordá-lo.

Ao avistar a viatura policial, que transitava na outra pista e fez manobra de retorno, o motorista arrancou com o carro em alta velocidade. Dois quilômetros à frente, ele foi alcançado.

Com apoio de um cão farejador da Divisão de Narcóticos da Polícia Civil, os policiais localizaram um papelote de cocaína dentro do banco do motorista.

Há cerca de um mês, o mesmo homem havia sido abordado pela PRF. Na ocasião, com certa quantidade de dinheiro trocado, ele foi liberado, mas teve um outro carro, um Fiat Palio, recolhido ao pátio, pelo fato de não ter carteira de habilitação.

Os agentes decidiram então fazer uma fiscalização minuciosa, com apoio do cão, no carro que ainda estava no pátio. Dentro dele foram encontrados outros dois papelotes de cocaína.

O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão. A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil em São José dos Pinhais.

A ocorrência faz parte do projeto-piloto “Em Frente, Brasil”, que tem o objetivo de enfrentar a criminalidade violenta, através de ações conjuntas entre União, Estados e Municípios. São José dos Pinhais é uma das cinco cidades selecionadas para o projeto.

Em janeiro deste ano, um caminhoneiro sob efeito de cocaína tentou fugir por cerca de 63 quilômetros até ser abordado pela PRF na BR-116, em Campina Grande do Sul, também na região de Curitiba.

Dirigir sob a influência de substância psicoativa é infração de trânsito gravíssima, com multa de R$ 2,9 mil e suspensão direta da carteira de habilitação, pelo prazo de um ano. A conduta também é enquadrada como crime de trânsito, com pena de seis meses a três anos de prisão.

Fonte: Fernando Oliveira/Agência PRF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s