Ação conjunta da Receita Federal e da Polícia Federal apreende 52 kg de ouro no Aeroporto de Manaus

As apreensões decorreram da caracterização do crime de usurpação de bens da União.

Em ações desencadeadas nos dias 24 de janeiro e 12 de fevereiro pela ALF/AEG e Polícia Federal, duas exportações de ouro bruto foram submetidas a perícia no momento em que o passageiro iria embarcar para o exterior, na modalidade “transporte em mãos”. Em ambos os casos, a perícia da Polícia Federal concluiu tratar-se de ouro de origem ilegal.

 Na ação mais recente, de 12/2, houve a prisão do representante legal da empresa e a apreensão de 16,38 kg de ouro bruto em razão dos crimes de falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e usurpação de bens da União.

 O material apreendido até o momento está avaliado em 11 milhões de reais.

Essas ações inauguram a utilização de moderno equipamento recebido pela PF do Amazonas, que permite reconhecer a composição do metal precioso e identificar a sua origem, permitindo a confrontação com os documentos apresentados pelo exportador.

Fonte: Receita Federal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s