PRF apreende mais de 1,6 toneladas de maconha

Operações em Barra do Turvo e Taboão da Serra resultaram na apreensão de quase de R$ 7 milhões em entorpecentes. Dois veículos, produto de atividade criminosa, também foram recuperados

No dia 31 de março de 2020, durante operação de combate ao crime, policiais rodoviários federais (PRFs) conseguiram apreender uma caminhonete roubada, totalmente carregada com maconha. O motorista fugiu da fiscalização, mas o veículo foi interceptada poucos quilômetros a frente.

Por volta das 06:00, policias em serviço na Rodovia Régis Bittencourt, deram sinal de parada a uma caminhonete Ford Ranger cabine dupla de cor prata e placas Curitiba/PR. O motorista insinuou que pararia, mas, após colidir contra a sinalização que havia no local, evadiu-se em alta velocidade, na pista sentido São Paulo/SP. Imediatamente os PRFs iniciaram acompanhamento tático do veículo.

Cerca de um quilômetro a frente, com dificuldade de prosseguir, pois a caminhonete estava com um dos pneus furado, o condutor freou bruscamente o veículo, saltou e fugiu a pé, aproveitando-se da mata e da neblina densa que havia no local. Dentro do automóvel os policias encontraram o motivo da fuga: o carro estava completamente carregado de tabletes de maconha.

Além disso, consultada a placa através dos sistemas policiais, constatou-se que na verdade o veículo era registrado em Belo Horizonte/MG, existindo queixa de roubo em aberto. Foram registradas as apreensões da caminhonete roubada com placas adulteradas e da maconha. Ao todo foram apreendidos 1.184 Kg de Maconha, carga que nas ruas seria revendida por cerca de R$ 4,7 milhões.

Durante o ano de 2019, somente na região do Vale do Ribeira, a PRF apreendeu 2,85 Toneladas de Maconha, 1,11 Tonelada de Cocaína e 15.826 comprimidos de Ecstasy. Nas ruas, esta droga seria revendida por pelo menos R$ 34,4 milhões.

Taboão da Serra

Por volta das 07:30, uma guarnição policial, em ronda sentido São Paulo, deu ordem de parada a um veículo Honda Civic, de placa de Osasco, que imediatamente desobedeceu e seguiu em desabalada carreira por aproximadamente 10 quilômetros. Durante a fuga, o condutor causou diversos danos, colidindo contra outros veículos que transitavam na rodovia além de atropelar um ciclista (que foi socorrido e encaminhado para atendimento médico apenas com ferimentos leves).

Conforme consultas aos sistemas policiais, foi constatado que o motorista não possui carteira nacional de habilitação (CNH) e que o veículo nunca foi emplacado, sendo possivelmente produto de atividade criminosa.

Participaram desta operação policiais rodoviários federais da Delegacia de Itapecerica da Serra.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s