Fundação Araucária participa de chamada pública do CNPq

O objetivo é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir para desenvolvimento científico e tecnológico do País no enfrentamento da Covid-19, suas consequências e outras síndromes respiratórias agudas graves.

Fundação Araucária participa de chamada pública do CNPq. Foto: Fundação Araucária

A Fundação Araucária vai investir até R$ 2 milhões para apoiar propostas de pesquisadores de instituições do Paraná apresentadas à chamada pública 07/2020 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O objetivo é amparar projetos de pesquisa que visem contribuir para desenvolvimento científico e tecnológico do País no enfrentamento da Covid-19, suas consequências e outras síndromes respiratórias agudas graves.

A iniciativa é uma parceria do CNPq, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e Ministério da Saúde (MS), por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (Decit/SCTIE). Serão destinados R$ 50 milhões.

Serão apoiados os que apresentarem mais mérito para o avanço do conhecimento, a formação de recursos humanos, a geração de produtos, a formulação, implementação e avaliação de ações públicas voltadas para a melhoria das condições de saúde da população brasileira.

Serão consideradas, em especial, propostas que promovam a realização de pesquisas colaborativas das Instituições de Ciência e Tecnologia paranaenses, visando à formação de Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação – NAPIs (Nota Técnica).

“Esta é mais uma oportunidade do nosso Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação em contribuir com uma demanda da sociedade, num momento crítico e emergencial, produzindo conhecimento de alto nível. O engajamento de nossos pesquisadores e instituições tem sido de grande mérito e reconhecido no enfrentamento desta pandemia”, destacou o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação Luiz Márcio Spinosa.

Conforme o cronograma do edital do CNPq, o resultado das propostas deverá ser publicado em meados de junho. Dez dias após, a Fundação Araucária poderá firmar convênio para repasse de recursos com as instituições paranaenses que estiverem na lista do CNPq.

As propostas apresentadas devem seguir um dos temas definidos pela chamada. Os projetos apoiados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações poderão ser integrados à Rede Vírus MCTIC. Os temas são: Tratamento, Vacinas, Diagnóstico, Patogênese e História Natural da Doença, Carga de Doença, Atenção à Saúde e Prevenção e Controle.

PRAZOS – A submissão de propostas pode ser feita até 27 de abril por meio da Plataforma Carlos Chagas. O resultado final será divulgado em 15 de junho de 2020.

A chamada pública do CNPq pode ser acessada no site da instituição.

Fonte: Fundação Araucária

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s