Edital Saúde Tech PR recebe 76 propostas de empresas

Projeto do Governo do Estado e Senai Paraná busca empresas para desenvolver produtos e tecnologias visando o combate ao novo coronavírus. Próxima etapa é a avaliação das propostas, até esta quarta-feira (6).

O edital Saúde Tech PR, iniciativa do Governo do Estado e do Senai Paraná, recebeu 76 propostas de empresas interessadas em desenvolver produtos e tecnologias para ajudar no combate ao novo coronavírus. Os projetos aprovados receberão investimento de até R$ 1,4 milhão e serão desenvolvidos nos Institutos Senai de Tecnologia e Inovação e com apoio dos seus profissionais.

A próxima etapa é a avaliação das propostas, até esta quarta-feira (6). Depois haverá uma entrevista virtual com os empresários interessados, entre quinta-feira e sexta-feira (7 e 8). Os resultados definitivos serão publicados na próxima segunda-feira (11).

RESULTADOS POSITIVOS – As empresas aprovadas serão contratadas a partir de terça-feira (12) e a execução dos projetos levará em conta o plano de elaboração apresentado.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado. O edital ficou disponível por apenas 11 dias, direcionado especificamente para projetos maduros, com impacto rápido na sociedade, e tivemos 76 inscritos”, diz Henrique Domakoski, superintendente de Inovação da Casa Civil, do Governo do Estado.

“É uma amostra de que o Paraná é terreno fértil para desenvolver inovação e que a união do Governo do Estado, da Academia e da sociedade civil organizada é fundamental para a geração de novas ideias”, afirma Domakoski.

IDEIAS E SOLUÇÕES – O chamamento público recebeu propostas de empresas interessadas em acelerar ideias e soluções que já estão ambientadas em teste para ajudar a sociedade diante da pandemia e da crise econômica decorrente dela.

Pelo Governo do Estado, além da Casa Civil, participam do processo a Fundação Araucária e a Superintendência da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.  

Os recursos do edital serão direcionados para o desenvolvimento de testes diagnósticos; ventiladores pulmonares portáteis de baixo custo; inteligência artificial aplicada em análises de imagens dos pacientes; serviços remotos de saúde; controle e monitoramento da disseminação do vírus; controle à distância de ressonância magnética e tomografia computadorizada; soluções de apoio a pacientes em confinamento domiciliar ou quarentena hospitalar; georreferenciamento de diagnosticados, e produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para profissionais da saúde, entre outros.

INVESTIMENTOS – As empresas escolhidas poderão empregar os investimentos para despesas com horas técnicas das equipes dos Institutos Senai de Tecnologia e Inovação; contratação de bolsistas no apoio técnico aos projetos; serviços de técnicos especializados de diferentes naturezas relacionadas ao objeto do projeto; matérias primas, insumos e materiais; e softwares, licenças e serviços de nuvem.

Fonte: AEN/PR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s