Equilíbrio e perseverança são palavras-chave da liderança de Darci Piana

Piana participou de debate Líderes do Paraná com Carlos Valter e mediação de Vitor Tioqueta

O presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e vice-governador do Paraná, Darci Piana, participou hoje (13) pela manhã do programa ArticulAção*, do Sebrae. O debate com tema “Liderança no comércio e na indústria” ocorreu por meio de live mediada pelo diretor superintendente do Sebrae PR, Vitor Tioqueta; com a participação do presidente do Sistema Fiep, Carlos Walter Martins Pedro.

Para o presidente Piana, é importante reunir lideranças do setor produtivo para debater as dificuldades que afetam a economia do Paraná. “Vínhamos desde o ano passado com dados surpreendentes na economia do estado. Agora é hora de enfrentarmos esse desafio. Tenho trabalhado muito junto à Fecomércio e o Governo do Estado com grande responsabilidade”, afirmou. Suas palavras de destaque aos líderes são: perseverança e equilíbrio, pois estas serão norteadoras à retomada da saúde econômica.

A crise mundial afetou drasticamente setores como indústria, comércio e o agronegócio do estado, cujos dados positivos incrementavam à economia nacional. Portanto, será necessário reestruturar e economia do Paraná, frente a modificações de orçamento. O presidente Carlos Walter, que assumiu a gestão em agosto do ano passado, avaliou o cenário de crise no período de 2014 a 2019. “Estávamos com esperanças para 2020, com o controle da inflação e juros menores, contudo, uma nova crise inesperada surgiu, um inimigo invisível que trouxe incertezas ao futuro”, ponderou. Esta insegurança afeta a eficácia das lideranças, a ser combatida com a confiança e a credibilidade dos liderados, segundo ele.

“Precisamos nos utilizar de nossas experiências passadas para esse enfrentamento. Por meio dessas vivências críticas que passamos, podemos avaliar condições futuras”, disse Piana. Ele aconselha aos empresários do comércio agirem com consciência na retomada, ao compreender que os volumes de demanda e recursos serão outros. Enquanto muitas empresas grandes podem ser impulsionadas pelas necessidades essenciais de mercado, outras tantas pequenas precisam de apoio. Por isso, um novo plano de Governo no Paraná vem sendo traçado, com investimentos para contratação de pessoas. Caso contrário, segundo o líder, a falta de salário pode impactar a segurança da população. “A geração de mão de obra é indispensável para essa arrancada. Sem salário as pessoas não terão condições de consumo”, avaliou.

O papel do líder

Como se falar em motivação com redução salarial? Para ambos os líderes, é de responsabilidade do gestor o repasse de informações transparentes a sua equipe de trabalho, para os colaboradores compreenderem que a situação é passageira, e medidas vem sendo tomadas à saúde das empresas, para manterem suas contratações. “Há líderes que estão demitindo pessoas, sem se preocuparem com a realidade das famílias. Decisões de improviso que desestruturam as equipes. Hoje, são 26 milhões de desempregados, sem contar aqueles que perderam seus próprios negócios. Essa grande massa não tem renda, portanto, os investimentos de apoio garantirão o sustento dessas pessoas. Líder é aquele que consegue passar para sua decisão correta no momento correto, isso mantém a equipe motivada. Então, o momento é de assumirmos nossa responsabilidade e dividirmos com a equipe”, disse Piana.

Segundo Carlos Walter, essa situação jamais antevista gerou uma situação de “guerra” invisível mundial. “Muitos estão impedidos de trabalhar e manter contato social. Que condições de vida são essas? Por isso temos que manter motivação, empregos, preservarmos vidas. Muitas empresas trabalharam com seus bancos de horas, deram férias, todas medidas para aliar a sobrevivência dos negócios e manter o isolamento”.

Se por um lado há a necessidade de sobrevivência da pessoa jurídica, por outro, o empregado, dependente do sustento e da garantia de dignidade à sua família. “Manter a motivação da sua equipe, mesmo reduzindo a jornada de trabalho e em meio a demissões é difícil. No sistema Fiep, atendemos à Medida Provisória 936, negociando com o sindicato da categoria. Fizemos uma assembleia e fui surpreendido por 97% dos funcionários por sua aplicação, ao entenderem que as decisões foram tomadas para a preservação da entidade e do emprego”, contou Carlos Walter.

Piana lembra que antes da pandemia as relações de negócios eram mais próximas, e os meios tecnológicos, apesar de contribuírem requerem um esforço redobrado para a aproximação entre as lideranças. “Essa dificuldade do isolamento é extensiva às famílias. Temos uma expressão brasileira tão nossa, afetada neste momento, por isso não podemos perder o equilíbrio. Precisamos conciliar interesses dos que não estão mais frágeis e ajudá-los a recompor suas estruturas. Para isso, é necessário bom senso, buscar o que é correto, trabalharmos os pilares de sustentação das famílias e do respeito ao ser humano”.

Mensagem do papel do líder

“Precisamos fazer o melhor, o positivo, para conquistar confiança, e mostrar aos nossos colaboradores que estamos buscando a assertividade. O ânimo do líder também reflete em sua equipe. Então, acredito que essa sinergia contribuirá para não perdermos o que conquistamos em décadas no Paraná”, enalteceu Carlos Walter.

A necessidade de reunirmos agricultura, indústria e comércio permitirá encontrar as melhores saídas. Hoje, o agronegócio está em melhores condições aos demais setores, mas deve ter tanta responsabilidade quanto os demais. Por isso, a geração de empregos é necessária, pois sem salários as pessoas também não terão condições de consumir a produção agrícola, segundo Piana.

“Precisamos debater como estamos fazendo aqui, onde cada um coloca seu ponto de vista para analisarmos o melhor caminho. Não podemos perder tempo com a arrancada da nossa economia, esperando que seja no início de agosto. Manteremos a união de entidades do G7 e de outras para gerar empregos. Vamos ganhar essa guerra de cabeça erguida, com dignidade, equilíbrio, bom senso e responsabilidade”, encerrou Piana.

*O Programa ArticulaAção faz parte do polo de lideranças do Estado. Uma inciativa do Sebrae para fornecer conteúdos de capacitação dos líderes do Paraná.

O debate completo segue disponível pelo link: https://youtu.be/5Ph5eLX3SI0.

Fonte: Karen Bortolini/Fecomércio/PR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s