Pandemia de coronavírus deve afetar o Dia dos Namorados

50,9% dos paranaenses pretendem presentear, o menor percentual registrado pela Fecomércio PR

O coronavírus também está afetando os corações e o bolso dos apaixonados. Neste Dia dos Namorados, 50,9% dos paranaenses pretendem presentear, de acordo com sondagem da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) realizada entre os dias 13 e 29 de maio. É o percentual mais baixo da série histórica da sondagem iniciada em 2016.

O estudo mostra que 39,6% dos paranaenses não vão comprar presentes no próximo Dia 12 de Junho, enquanto 9,5% ainda estão indecisos. Entre os que não vão presentear, 36,7% relatam ter entrado em um acordo entre o casal para não haver troca de presentes este ano. Outros 32,4% disseram que não possuem um relacionamento estável e 28,7% alegam a falta de condições financeiras.

Para a maioria dos entrevistados (71,2%), a crise causada pela Covid-19 impactou em sua decisão de compra do presente este ano, principalmente na redução do valor (48,7%) e na decisão de não presentear (32,7%). A pandemia também afetou o local de compra (23,8%), o tipo de presente (18,9%) e na forma de pagamento (18,5%).

Tíquete médio

O tíquete médio do presente neste Dia dos Namorados será de R$ 133,51. Em 2019 o valor médio era R$ 143,75. Boa parte dos casais (42,2%) estão dispostos a gastar até R$ 100,00. Os que pretendem comprar um presente na faixa entre R$ 101,00 e R$ 150,00 correspondem a 27,8%; entre R$ 151,00 e R$ 200,00, a 18,3%. Os que planejam investir entre R$ 201,00 e R$ 300,00 para agradar a pessoa amada são 5,9%, mesmo percentual daqueles que devem gastar mais do R$ 300,00.

Tipo de presente

As principais escolhas dos namorados para presentear serão artigos de vestuário e calçados, com 54,8%. Os artigos de perfumaria correspondem a 26,2%. Um jantar romântico é a opção de 24,4%, enquanto as flores são citadas por 9,8%. Há também aqueles que presentearão com acessórios (9,4%), eletrônicos (6,9%), cesta de café da manhã ou chocolates (5,2%), joias (3,2%) e viagens (1,6%).

Quando questionados sobre o que gostariam de ganhar, 45,7% disseram ter preferência por roupas e calçados. Uma grande parcela, 32,8% prefere ser surpreendida, 21,8% prefere receber artigos de perfumaria e 20,0% adorariam ter um jantar a dois.

Local das compras

O local preferido para fazer as compras do Dia dos Namorados são as lojas do centro da cidade, com 28,0%. Percentual semelhante, 27,0%, pretende comprar o presente pela internet. As lojas de shopping são a opção para 16,5%, enquanto as lojas de bairro devem receber 8,9% do movimento nesta data. O comércio informal é a opção para 5,0% dos entrevistados; os hipermercados, 1,4%, e 13,3% ainda não sabem onde farão sua compra.

Forma de pagamento

O pagamento à vista será a principal forma de pagamento, somando 48,9% das respostas, sendo 30% à vista do débito e 19,0% em dinheiro. O pagamento no cartão de crédito para o vencimento deve corresponder a 23,9% das compras e o parcelamento do cartão de crédito, a 24,8%.

Fonte: Karla Santin/Fecomércio/PR 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s