MICRO E PEQUENAS EMPRESAS TENTAM SE REINVENTAR PARA CONTINUAR NO MERCADO

Os primeiros meses de 2020 mudaram completamente a forma de trabalho das micro e pequenas empresas em todo o território nacional, e o impacto causado pela pandemia do novo coronavírus é sentido por todos os empresários. Como lidar com tudo isso e tentar continuar as vendas, foi o tema no programa Assembleia Entrevista, com o consultor do Sebrae, João Luiz Moura. No programa, João Luiz falou sobre os principais desafios enfrentados pelos empresários neste período de pandemia.

No Brasil são mais de 12 milhões de negócios, dos quais 8,3 milhões são microempreendedores individuais, que correspondem por 52,2% dos empregos gerados pelas empresas no país. “Principalmente em pequenas cidades são os pequenos negócios que fazem a economia dos municípios acontecerem realmente”, disse o consultor.

Joõa Luiz lembrou também que nenhuma empresa ficou isenta dos impactos causados pela pandemia, no entanto, aquelas que tomaram atitudes rapidamente foram as que menos sofreram. “O que a gente observa é que a maioria dos micros e pequenos empresários, até mesmo por uma questão de sobrevivência, buscaram soluções rapidamente, e foram muito criativos com tudo isso. Infelizmente alguns setores, como o de eventos e turismo, acabaram perdendo quase que toda a sua receita, mas outros segmentos buscaram alternativas de continuar o seu negócio”.

No início de maio o Sebrae lançou uma campanha com o nome: ‘MEI, Reivente, Repense e Recrie’. Através de um site, o microempreendedor individual encontra conteúdos específicos, que visam ajudar a pessoa a se reinventar durante a quarentena e a se preparar para o retorno. “Teremos várias ações digitais para que os empresários possam participar de conteúdos e receber informações de acesso ao crédito, informações bancárias e muitas outras funcionalidades. Estamos com um time de profissionais fazendo um atendimento remoto, qualquer empreendedor que tenha alguma dúvida, ou queira entrar em contato com a gente, pode acessar o site do Sebrae que estaremos à disposição”.

A paralização das atividades durante a quarentena gerou uma séria crise em milhares de empresas pelo país, muitos empreendedores estão buscando socorro nas instituições financeiras e cooperativas para evitar a falência. Entretanto, segundo o consultor, antes de buscar um empréstimo, são necessários alguns cuidados para evitar a inadimplência ou o aumento das dívidas futuras. “Uma das medidas mais importantes é fazer um plano de pagamento. Não é porque você tem um valor liberado que precisa pegar todo o dinheiro. É importante lembrar que mesmo que passe um período, essa dívida será cobrada e o empresário terá que pagar”.

Organização também pode ser um diferencial para o empresário na hora de contornar a crise. “É preciso colocar no papel tudo o que é essencial para a continuidade dos trabalhos, e aquilo que não é essencial, e isso dará condições de saber o que é preciso fazer para poder continuar. Com este cenário em mãos fica muito mais fácil para o empresário saber como lidar com crise dentro da sua empresa”.

A íntegra do programa pode ser assistida pela TV Assembleia, através da Claro/Net canal 16 e 20.2 em canal aberto, e também no canal do Youtube no link: https://youtu.be/wG7eYHjf-qA

Fonte: ALEP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s