Confiança do setor de serviços mantém trajetória de recuperação em julho

Foto: Ascom/ CNC

Após três altas consecutivas, o Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getulio Vargas, conseguiu recompor cerca de 62% das perdas acumuladas nos primeiros quatro meses deste ano. De acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação, em julho o índice  avançou 7,3 pontos e ficou com 79,0 pontos.

Doze dos 13 segmentos pesquisados tiveram variação positiva. A exceção foi o segmento de serviços de manutenção. Tanto as avaliações sobre o momento atual quanto as expectativas em relação aos próximos meses melhoraram em julho, inclusive em proporções similares. O Índice de Situação Atual recuperou nos últimos três meses 45% da queda registrada no bimestre março-abril. O Índice de Expectativas, mesmo acumulando crescimento entre os meses de maio e julho, segue abaixo de fevereiro, antes do início da pandemia.

O economista da FGV, Rodolpho Tobler, afirma que a confiança de serviços mantém, em julho, a trajetória de recuperação após atingir o fundo do poço em abril, mas que  é preciso cautela porque ainda há um caminho considerável para voltar ao ritmo anterior à pandemia.

Em julho, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada do setor de serviços aumentou 3,3 pontos percentuais para 80,5%, interrompendo sequência de quatro meses de quedas. O percentual foi o maior desde março de 2020, mês no qual a pandemia passou a impactar na economia brasileira.

Fonte: Cristiane Ribeiro/RadioAgência/EBC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s