Dia dos Pais: Bares e restaurantes buscam o apoio da Câmara de Curitiba para abrir domingo

Setor de gastronomia e entretenimento quer atender a demanda para “compensar um pouco” as perdas econômicas da pandemia do Covid-19

Representantes de entidades e empreendedores do setor de gastronomia e entretenimento se reuniram nesta terça-feira (04), com o presidente Câmara de Vereadores de Curitiba, Sabino Picolo. A intenção é garantir o apoio do poder legislativo na luta para garantir a abertura dos estabelecimentos no domingo (09), quando é celebrado o Dia dos Pais.

Um decreto municipal proibe a abertura das casas no domingo. No encontro, o grupo entregou ofício ao presidente, solicitando apoio “em caráter excepcional” para garantir a abertura do setor no próximo domingo, das 10h às 17h, “para atendermos a demanda no Dia dos Pais”, dizem. 

O documento, elaborado em conjunto pela Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (SindiAbrabar), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e trabalhadores do setor, lembra que a maioria dos municípios da Região Metropolitana estará atendendo o povo Curitibano.

O pedido representa uma demanda de milhares, “que sempre tiveram um retorno nesta data e que a agora, em tempos de pandemia, é fundamental este incremento no orçamento do negócio”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Fábio Aguayo.

Além de Aguayo, participaram da audiência com Sabino Picolo os representantes da Família Gusso – os irmãos Celso e Maria Gusso, que são tradicionais empreendedores da área de refeições coletivas e buffets em Curitiba.

Pós-decreto
No encontro com Sabino Pícolo, o grupo entregou uma lista de pleitos do setor para quando terminar a vigência do Decreto 990/20, dia 10 de agosto. A intenção é instrumentalizar os bares com mesas e cadeiras, especialmente com área externa ou nas calçadas, Casas Noturnas com serviço de alimentação e Espaços de Eventos serviço de alimentação para a reabertura na pandemia do Covid-19.

De acordo com o presidente da Abrabar, Fábio Aguayo, o plano elaborado pelas entidades estabelece medidas, protocolos e procedimentos padronizados para a reabertura em consonância com as definições estabelecidas pelos governos federal, estadual e municipal.

A lista de pleitos inclui horários e regras de funcionamento, lotação dos estabelecimentos, uso de máscaras, álcool gel, distanciamento social, entre outros.

Fonte: Ronildo Pimentel/SindiAbrabar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s