INPC teve alta de 1,71% em março

Os produtos alimentícios passaram de 1,25% em fevereiro para 2,39% em março. Os não alimentícios também aceleraram e registraram 1,50%, frente à variação de 0,92% do mês anterior.

Quanto aos índices regionais, todas as áreas pesquisadas tiveram alta de preços em março. O menor resultado ocorreu na região metropolitana de Belém (1,44%), em função da queda na energia elétrica (-2,98%). A maior variação, por sua vez, ficou com a região metropolitana de Curitiba (2,54%), influenciada pelas altas de 11,55% na gasolina e de 20,22% no ônibus urbano.

RegiãoPeso
Regional (%)
Variação (%)Variação
Acumulada (%)
FevereiroMarçoAno12 meses
Curitiba7,371,122,544,1814,55
Goiânia4,430,992,133,9812,29
São Luís3,471,352,053,9311,78
Campo Grande1,731,121,853,7312,28
Rio de Janeiro9,381,281,773,6511,46
Porto Alegre7,150,401,711,5810,66
Fortaleza5,160,811,673,2011,53
Salvador7,920,871,663,4912,80
Recife5,601,071,643,2211,55
São Paulo24,601,051,583,5512,13
Vitória1,910,841,562,9812,25
Rio Branco0,720,921,553,2811,77
Aracaju1,291,281,493,7811,33
Belo Horizonte10,351,101,493,5611,08
Brasília1,970,961,463,1110,26
Belém6,950,871,443,228,88
Brasil100,001,001,713,4211,73
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Índices de Preços

Para o cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados entre 26 de fevereiro e 30 de março de 2022 (referência) com os preços vigentes entre 29 de janeiro e 25 de fevereiro de 2022 (base). O INPC é calculado pelo IBGE desde 1979, se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 05 salários mínimos, sendo o chefe assalariado, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília.

Fonte: IBGE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s